Arquivo

Bicicletas de Pequim (2000)

Poster do Filme

Sobre o filme

A bicicleta foi, na China, durante décadas, um meio de locomoção, um objeto de trabalho e um símbolo de ascensão social. Ainda é assim para Guei, um jovem que, aos 16 anos, se transfere do interior do país para Pequim em busca de uma vida melhor. Trabalhador, logo encontra um emprego como entregador, algo que desperta seu primeiro sonho na capital: conseguir comprar a mountain bike prateada que usa em seu trabalho e que foi emprestada por seu patrão. A compra representará a afirmação de sua existência na cidade grande. Às vésperas de alcançar seu objetivo, no entanto, a bicicleta que usa é roubada. Guei precisa encontrá-la, pois, sem ela, vão-se o emprego e os sonhos. Depois de uma busca desesperada, consegue encontrá-la, mas já nas mãos de outro. Seu desafio agora é compartilhar sua bicicleta com um estranho. Bicicletas de Pequim refaz alguns dos dramas do clássico neo-realista Ladrões de Bicicletas, do italiano Vittorio de Sica, e transporta para a China dos nossos dias alguns nobres ideais de vida, como a perseverança, a solidariedade e a esperança. O filme pertence a uma série de seis produções (Tales of Changing China), que narra as transformações sociais recentes ocorridas na Pequim, Hong Kong, Xangai e Taipé.

Título original: Shi Qi Sui de Dan Che

Ano: 2000

Duração: 113 minutos

País: China

Cor: colorido

Direção: Wang Xiaoshuai

Roteiro: Wang Xiaoshuai

Fotografia: Liu Jie

Montagem: Liao Ching-Song

Elenco: Cui Lin, Li Bin, Zhou Xun

Produtor: Peggy Chiao, Fabienne Vonier